Resenha literária: Corte de Espinhos e Rosas de Sarah J. Maas

Ok, vocês devem achar que já estou louca por essa autora. Mas eu realmente estou, então!

O livro que li nessa semana foi Corte de Espinhos e Rosas da autora Sarah J. Maas. Ao contrário de Trono de Vidro, Corte de Espinhos e Rosas é uma narrativa baseada no conto de fadas A Bela e a Fera.

Corte de Espinhos e Rosas narra a história de Feyre e como ela, após matar um ser Féerico (eu encaro esses seres como Elfos sabe?! Eles podem assumir a forma de animais e pode viver para sempre) é chamada para viver em meio uma da corte desses seres para assim pagar pela vida que tirou.

Ambas as histórias de Sarah J. Maas falam sobre esses seres féericos, a diferença está no lugar e na situação (é claro), mas tudo só faz com que a vontade de conhecer melhor esses seres cresça de forma absurda.

O mais legal sobre Corte de Espinhos e Rosas é que, por ser baseado em A bela e a Fera, possui alguns elementos que já esperamos, mas ao mesmo tempo, nos surpreende o tempo todo.

Feyre é o tipo de personagem que eu demorei para gostar. No inicio é um tanto confuso o fato de ela sustentar a família. No inicio do livro, ela conta como seu pai perdeu a fortuna que tinha e como ela e suas irmãs precisaram se mudar para um chalé. A questão maior é que das três irmãs, Feyre é a unica que se aventura na floresta em busca de alimento e de peles para que possam revender e comprar outras coisas que precisam. Isso me deixou um tanto chocada por ela ser a irmã mais nova e a mais batalhadora da família.

Mas com o passar da história fica claro as decisões que ela tomou quando a vida de sua família mudou e fica clara também a posição de seus familiares mediante tudo.

 Com personagens envolventes e uma narrativa de tirar o folego, Sarah J. Maas está a caminho de se tornar uma das minha autoras favoritas.

Corte de Espinhos e Rosas foi publicado aqui no Brasil pela Galera Record e tem uma capa maravilhosa (muito melhor do que a da edição norte-americana, só pra constar), impresso em papel off white (que tem uma textura um tanto diferente do polén soft, mas com coloração semelhante) e com 431 páginas!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s