Carta para a pequena Letícia.

Barrinha, 17 de abril de 2015.

Querida Letícia,

Se o sistema de coordenadas do espaço-tempo nos conceder a oportunidade de que receba esta carta aos seus 12 anos, espero de coração aberto, que você reinvente sua forma de pensar.
Minha pequena, você é linda! Extremamente linda! Não tente se comparar com as demais garotas da sua escola ou do seu meio social, você é única e não haverá outra pessoa no mundo como você. Lição número um: Ame-se.
Confie no seu potencial, acredite que você é capaz de conquistar todos os seus sonhos… E preciso te dizer uma coisa, que talvez você não queira ouvir agora: seus sonhos irão mudar. Sei que você já cogitou ser médica veterinária, dentista e assistente social; mas aos seus 15 anos, depois daquele texto que você escrever sobre o seu primeiro namorado, irá descobrir a sua verdadeira paixão: Letras. Porém, suas escolhas e seus objetivos irão te encaminhar para um outro caminho: o Direito. E saiba que também irá se apaixonar. Você é uma via de mão dupla e aceite isso. E garota, você vai se realizar! Você será um misto de advogada com professora universitária graduada em Literatura e será feliz com todas as suas escolhas. Lição número dois: Realize-se.
Sobre o seu primeiro beijo: Será inesquecível, porém doloroso. Eu poderia muito bem lhe dizer para não ser com essa pessoa, que talvez pudesse esperar um pouco mais de tempo, mas saiba que será importante para você. Saiba que depois dessa experiência se tornará uma outra pessoa. E nem preciso dizer que depois desse menino virão outros, e que irão machuca-lá, cada um de uma forma diferente. Você irá chorar noites e noites sozinha, sem ninguém para acalentar suas dores ou decepções, mas saiba que irá se reerguer, que todas as experiências serão válidas para que perceba que a pessoa que realmente gostar de você não irá fazê-la chorar, e sim será o motivo de todos os seus sorrisos. E a partir daí compreenderá todas as coisas que aconteceram com você. Lição número três: Permita-se.
Você perceberá que existem diversos tipos de amor: o amor incondicional que nutre por seus pais e por sua família, o amor fraternal que sente por seus verdadeiros amigos e o amor puro que escolhe sentir pelas pessoas que irão adentrar em sua vida. E um conselho: Diga “eu te amo” muitas vezes! Não se repreenda, não tenha medo das outras pessoas pensarem que você é frágil, porque no final de tudo você é! Desculpe lhe dizer isso, mas você é um poço de fragilidade. E não tente esconder isso, não tente vestir sua armadura de forte em todas as ocasiões, porque isso irá te sufocar de uma tal maneira que você nem imagina. Lição número quatro: Seja frágil.
Não tente compreender a razão de tudo, não tente ser dona da verdade, não aja como se soubesse tudo porque quando for mais velha irá perceber que jamais saberá tudo, e, sei que isso é incrivelmente chato de saber. Não se aborreça com suas derrotas porque terá conquistas, e estas conquistas irão demonstrar que aquelas derrotas eram degraus para alcançar muito além daquilo que almejava. Não desconte nas pessoas sua raiva, seus medos ou suas inseguranças porque elas não tem culpa, aliás ninguém tem culpa, principalmente você. Lição número cinco: Não condene-se.
Você é uma pessoa eclética! Sim, extremamente eclética em diversas áreas. Você mudará seu cabelos diversas vezes (sim, até cabelo azul você terá) e se sentirá bem em todas essas mudanças; você irá curtir diversos estilos musicais desde pop até eletrônica; você não será especialista em moda, mas irá mudar seu estilo de se vestir diariamente, primeiro para agradar as pessoas ao seu redor, porém após um tempo irá se vestir do seu jeito e amará a imagem refletida em seu espelho; você será amante da literatura brasileira porém amará desde a literatura inglesa até os romances de autores desconhecidos pela maioria das pessoas; você sempre mudará o seu quarto (acredite em mim, jamais o pinte de rosa!); você se apaixonará por maquiagem aos seus 20 anos e depois disso jamais deixará de usá-la… Você mudará constantemente e isso será essencial em sua vida. Lição número seis: Mude!
Acredite no seu senso de criatividade, você é a pessoa mais criativa que irá conhecer, não deixe o mundo mudar isso em você. Não deixe o mundo tirar de você a sua essência. Lição número sete: Não deixe de criar. Escreva muito! Aproveite a era dos blogs e do tumblr e se liberte. Saiba que a escrita será a sua válvula de escape para todas as situações que viverá em sua vida.
Você viverá momentos difíceis, perda e doenças incuráveis irão permear naquelas pessoas que você ama incondicionalmente, mas tenha fé. Jamais perca a fé em Deus. Ele jamais lhe dará uma carga que não possa suportar. Em todos esses momentos ore! Ajoelhe-se e peça sua intercessão. Será difícil pequena, muito difícil, e lembre-se da lição número quatro, não tente ser forte. Seja frágil: chore, grite, sinta, desmorone e depois verá como será fácil se reerguer porque entenderá os propósitos de Deus em sua vida. Lição número oito: Creia. Ore. E sinta o amor de Deus em sua vida.
Já ouviu aquela famosa expressão: Não julgue o livro pela capa? Utilize-a sempre! Não julgue nada sem antes conhecer a verdadeira razão por trás daquele fato ou daquela pessoa. Lição número nove: Não julgue o outro sem antes conhecê-lo.
Você irá se orgulhar da pessoa que se tornará daqui dez anos. Irá se orgulhar de como aquela simples adolescente se tornou uma mulher. Não carregue a culpa das escolhas da sua vida. Acontecerá um fato quando tiver 22 anos, será em meados do mês de março de 2015, que não deverá se arrepender em momento algum. Ouça bem: Não se arrependa! Mas preciso alertá-la que depois disso será um momento difícil, acontecerá outras coisas que irão desmoronar tudo aquilo que você é, mas acredite tudo passará pequena! Você se sentirá como pouca coisa e terá noites em que pensará o que você fez de errado… Mas o problema não será você. Lembre-se da lição número cinco: não condene-se. A culpa não será sua. Essa será uma das melhores experiências da sua vida por duas razões: pela primeira vez você terá feito algo por escolha sua e não por terceiros, e após isso irá perceber que não precisa esconder seus sentimentos ou se trancafiar por ter medo de alguém a machucar, muitas pessoas irão machucá-la pequena, mas esses machucados serão necessários para você se encontrar. Por um período achará que todas as pessoas são iguais, e aquela exceção (sim, eu sei que você acredita que a pessoa que realmente gostar de você será a sua exceção) jamais irá aparecer. Pare com isso! Não é porque alguém machucou você que todos irão fazer isso com o seu pequeno coraçãozinho. Mas acredite no que eu te digo: haverá alguém. Pode demorar dias, meses ou até anos, mas a sua exceção existe. Basta que você espere! Lição número dez: Não tenho medo das suas escolhas e saiba esperar… Afinal, depois da chuva, sempre aparece o arco-íris, não é mesmo?
Por final, deixo aqui um conselho: “Querida, por favor, nunca se sinta como se fosse menos que perfeita. Querida, por favor, se você já sentiu que não é nada, você é perfeita pra mim”. Coloque essa música no replay – Pink – Perfect – todos os dias da sua vida, afinal você é perfeita para mim, e jamais se esqueça disso.

Até breve, pequena Letícia.

Essa carta faz parte do projeto “Querida eu mesma”, onde escreve-se uma carta pra você mesma – de 10 anos atrás.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s