Eu sei fazer isso, sim!

Minha vida mudou um monte, de repente. Depois de quatro anos dividindo quarto nessa vida universitária, é chegado o dia que eu tenho um quarto pra chamar de meu. Com um espaço todinho meu, pra que eu decore como quiser, quando quiser, da forma que quiser.
E então aconteceu aquilo.
Que eu sempre evito fazer, porque é complexo.
Eu comecei a pensar.
Não simplesmente pensar na decoração, ou em como colocarei os móveis.
Eu comecei a pensar na minha vida, de um modo geral. Aliás, como eu evito pensar, sempre que algo me leva pra esse estado mental, eu acabo fazendo uma grande reflexão.
Eu passei toda a minha vida tendo um quarto. Na casa dos meus pais, eu dividi quarto com meu irmão durante três anos (dois desses, eu ainda dormia no quarto dos meus pais, pra falar a verdade). E depois disso, até o dia de me mudar pra Marília, eu sempre tive meu próprio quarto. Com as paredes da cor que eu queria e todo o espaço do mundo. Mas eu nunca organizei aquele quarto… Eu até mudava os móveis de lugar, mas minha mãe ia lá, trocava tudo e sempre argumentava “você não sabe fazer isso, desse jeito fica melhor”. E eu acreditava, cegamente. Até concordava, afinal, não sou a rainha da organização mesmo.
E então, passei no vestibular, me mudei e comecei a dividir quarto. Que experiência louca… Agora eu não teria mais o meu santuário, eu teria um espaço pra dividir, e teria que controlar a bagunça. E assim foram meus anos de graduação, até que semana passada veio o veredito, “agora o quarto é seu, Jéssica”.
Minha primeira atitude foi jogar tudo no chão, com o seguinte pensamento “é meu mesmo, depois eu arrumo tudo”. E assim passou o final de semana, até que ontem eu retornei pra cá, e só despejei mais bagunça no chão… “tá tarde, depois eu arrumo”.
Acordei hoje, sem a intenção de arrumar nada. As roupas estavam jogadas pra um lado, e papéis, livros e caixas pro outro lado. Um caos. Um caos geral pra chamar de meu. Me veio, por uns instantes aquelas palavras da minha mãe “você não sabe fazer isso…”. E então, veio a reflexão.
Não é só meu quarto.
Eu tenho feito isso com a minha vida toda desde sempre.
“Ah, quando acontecer tal coisa, terei como organizar minha vida”. Ou então “Quando terminar a faculdade, penso em como ajeito isso ou aquilo”. Minha vida está nesse estado de caos. Um caos todo pra chamar de meu. Tá tudo jogado pelo chão, coisas misturadas, compromissos, obrigações, sentimentos e dúvidas. Tudo espalhado no chão, sem regras. Afinal “é meu mesmo, depois eu arrumo…”.
Depois de 23 anos nesse mundo, eu tenho uma coisa pra dizer: mãe, eu sei fazer isso sim. Ei, mundo! Eu sei organizar meu quarto, claro que sei. E comecei agora!
Talvez eu demore. Um dia. Um mês. Leve o tempo que precisar. É preciso organizar, colocar junto o que for junto, separar o que não for. Jogar fora o que não me convém mais e ir em busca de coisas novas…
Vida, não pense que você escapará.
É tempo de organização.

Chega de caos. Por dentro e por fora.
Preciso das coisas limpas por aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s