Você me dá sorte…

Eu, as músicas e as reflexões.
Essa é uma boa mistura. Tão boa quanto sorvete e filme bobo.
O que não combina é essa fase.
Não é a falta de sorte… OK, isso também. Mas esse texto não é sobre isso.
É a falta dessa sensação de alguém pra me dar sorte. Saudade de estar apaixonada e envolvida, sabe? E não é que eu tenha boas histórias sobre o amor.
Na verdade elas parecem novela mexicana. E não falaremos sobre isso.
Mas é que a paixão deixa as coisas tão melhores (ou é aquele sentimento de estar cega e não ver as ciladas, mas não importa, ficar “cega” assim deixa tudo mais bonito mesmo).
Saudade de ficar nervosa na presença de alguém.
De falar sem pensar e se arrepender depois.
Daquela estupidez de ensaiar falas no espelho e ver que não vai funcionar na hora.
Saudade de ter coragem de arriscar tudo por um beijo.
É.
Talvez seja falta de sorte mesmo.
Afinal o amor… ah… 

 

Ele dá sorte!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s